Pular para o conteúdo principal

Ainda sobre o governo provisório de Michel Temer

 
Opinião foto da internet

GovernoTemer

Não tem muito tempo para realizar o que precisa ser feito, principalmente nas questões financeiras que agonizam e tendem a exigir ainda mais dos gestores comprometidos. Na gestão econômica é necessário que haja um planejamento no médio e longo prazo, inclusive isto é imposto pela PPA, LOA e LDO.


Os sinais que podem fazer o Governo décolar

Baixa da inflação, baixa dos juros, refluxo do desemprego 
Previdência, pacto federativo, e por ultimo a reforma política .
O aparelhamento do governo pelos petistas devem ter uma reduzida com cortes de despesas na administração pública de forma geral

Meirelles explicou que, de 1997 a 2015, as despesas primárias passaram de 14% para 19% do Produto Interno Bruto (PIB), com crescimento médio anual de 0,3 ponto percentual e de 5,8% acima da variação do IPCA. “As despesas do setor público se encontram em trajetória insustentável”, disse


Ministros Políticos


A indicação feita pelos congressistas leva aos ministérios políticos manchados por comportamentos que resultam numa demissão precoce.

A data de validade do governo se compromete caso sejam nomeados novos corruptos para pastas que tem orçamentos gigantescos. A sociedade não permitirá a nomeação de pessoas que tentem barrar a Lava Jata ou que estejam envolvidos em "esquemas", será que o Brasil mudou?. 

Por outro lado depender dos congressistas para por em práticas as mudanças não nos livra dos "maus", pelo contrário, por isso será dificil ter "santos" gerindo os recursos nos ministérios com vacância. Isso se explica pela origem da base governista. Essa refopm


O começo do Fim


Ao desmontar o governo comunista do PT as guerras na estrutura governamental petista e suas diretrizes já começou.

Uma delas é  muito importante,  a votação da DRU (Desvinculação da Receita da União) veja o video http://www.hamiltonsilva.com/2011/11/o-que-e-dru-desvinculacao-de-receitas.html- A DRU é uma medida provisória, que surgiu em 1995, que permite ao Governo Federal desvincular 20% da arrecadação de contribuições, que teriam um destino específico (garantido pela Constituição de 88) como saúde e educação pública, direcionando esses recursos para outros gastos, principalmente com gastos relacionados ao pagamento de juros da dívida pública. nesta quarta feira, dentre outras como: Maria Silvia Bastos Marques elabora novas diretrizes para a concessão de crédito do BNDES.  O BNDES não deve financiar o empresário que tem crédito no mercado, muito menos emprestar dinheiro para que uma empresa compre outra defende a nova presidente da instituição bancária.

Conclusão

Depois do processo traumático de afastamento, mesmo que provisório da presidente Dilma Roussef a palavra que deve estar na pauta é TRABALHO, sim o estrago foi grande e o trabalho que se tem para consertar  é muito maior.
  






Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

TAGUATINGA ESTÁ COM 12OO VAGAS EM SEIS CURSOS

Com o objetivo de apoiar o trabalho de lideranças comunitárias, a Administração Regional de Taguatinga, tem o programa Escola da Comunidade, um espaço voltado para a promoção de cursos e palestras para zeladores, porteiros, síndicos, prefeitos comunitários e membros de associações de moradores. A Escola da Comunidade está com inscrições abertas para cursos de formação em cursos de formação de prefeito comunitário, síndico profissional, direito condominial, engenharia condominial, agente de portaria e primeiros socorros.


Andréa Serra, uma ex-aluna do curso de formação para síndicos, aprovou a iniciativa da escola e hoje usa o que aprendeu na gestão de seu condomínio. “Com as palestras de direito e dos engenheiros pude saber mais sobre legislação e engenharia, o que eu estou aplicando em meu condomínio”. O administrador de Taguatinga, Ricardo Lustosa Jacobina afirma que a iniciativa é um programa de sucesso da administração de Taguatinga. “A Escola da Comunidade é uma conquista de toda a p…

CONCURSO PARA CÃMARA LEGISLATIVA TERÁ 100 MIL CANDIDATOS

O tão esperado edital de abertura do concurso da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) deverá ser lançado até o mês de agosto. A informação foi divulgada pela própria Casa, que assinou o contrato com a Fundação Carlos Chagas (FCC) na última sexta-feira (7/7). Mas a espera pela distribuição das vagas nos cargos não é mais necessária. Veja abaixo para quais áreas serão destinadas as 86 oportunidades: divididas entre os cargos de técnico, consultor técnico, consultor e procurador.
O presidente da Câmara, deputado Joe Valle (PDT), espera que o concurso selecione os candidatos mais interessados em fazer carreira na casa, que tem atualmente o salário inicial de nível médio em R$ 10.143,07 e de nível superior em R$ 15.123,30. Segundo ele, a expectativa é de mais de 100 mil candidatos inscritos. Leia também:Mais de 15 mil vagas serão abertas no país até dezembro De acordo com a Casa, não haverá gastos para a realização do certame, pois a seleção será totalmente custeada pelos valores …

O SERVIDOR QUE ESPERA AUMENTO EM OUTUBRO "PODE TIRAR O CAVALINHO DACHUVA"

Escrevo este post com a profunda vontade de estar errado, todavia não sou tão otimista assim. A categoria funcional vinculada ao Governo Do Distrito Federal deverá ter uma visão de águia e planejar qualitativamente suas finanças nos próximos meses. Todos nós temos uma tendência em contar com o "ovo dentro da galinha" e realizar despesas ou pagar dívidas com créditos a receber.
O GDF tem se lastreado e se calçado por uma única linha de defesa e planejamento de governança, a Lei de Responsabilidade Fiscal. Não há outra ação propositiva concreta de desenvolvimento econômico para a capital. A "muleta" utilizada só é esquecida quando o governo anterior, o de Agnelo, se sobre põe ao atual na ingerência econômica social.
Vivemos uma crise, nisso não há novidade. Vivemos uma caos não há novidade alguma nisso. A novidade é na desculpa utilizada para justificar ações sem prumo. Falar que arrecadação não tem suprido as expectativas já não justifica o intenso e sistemático discu…