Pular para o conteúdo principal

Um idiota chamado HD. Sobre o Metrô pagar bem e funcionar mau. Não depende de seus funcionários na linha de frente

Quanto mais eu oro mais aparece assombração. Dito popular que se torna real quando acontece conosco. As minhas reclamações de hoje vai para um tal H.D que escreve em jornal famoso de Brasília e que parece não gostar da população que aqui habita e trabalha(Servidores) etc. Desculpa o desabafo.

Logomarca do BlogNão tenho por hábito criticar pessoas aqui nesse espaço que criei para construir, sim construir, essa deveria ser a pauta dos grandes homens. Todavia, quando vejo aberrações no jornalismo é preciso desabafar e jogar a lixeira sobre a mesa de alguns idiotas que se travestem de pseudo intelectuais para difamar e "queimar" uma categoria tão digna como as dos Metroviários, que transportam mais de 140 mil usuários por dia trabalham diuturnamente, incluindo feriados e finais de semana, natal e "reveillon" para realizar um trabalho digno de ser chamado transporte de massa. E por vaidade, inveja, despeito e  desconhecimento, eu diria até ignorância escreve aquilo que pegou na internet ou algum assessor lhe passou com segundas intenções. O pior de todos "as marrons". Esse senhor talvez nunca tenha andado no Sistema  eficiente como o nosso.


Metrô não dá Lucro


Estive há quinze dias conversando com presidente do TCDF e ele mesmo afirmou que o transporte com essas características, nunca deu nem nunca dará lucro. Mais uma desinformação do ex secretário desinformado. O lucro do sistema metroviário sempre será de cunho social, por isso do papel estratégico e irrevogável da Companhia.

Bem Pagos

Não há problemas quanto a ser bem pago, ou há? Todos os trabalhadores, sem excessão, deveriam ganhar conforme o conhecimento técnico adquirido e "tempo de casa", ou seja ganhar bem, mas o senhor intelectual desinformado, insiste em desvalorizar aqueles que, diferente dele, estudaram e passaram em concurso público e adquiriram os seus salários por mérito e muitas lutas.
Ele não disse em seu blog de grande mídia que o Metrô-DF é uma empresa jovem e que muitos que ali trabalham fundaram a empresa e passaram mais de quinze anos pagando para trabalhar e que os reajustes dos salários só ocorreram na gestão  bem sucedida senhora Ivelise Longhi. O colunista devia se informar mais e ir ao TRT e verificar quantas reclamações houveram desde a fundação em 1994 para que os salários chegassem aos patamares da justiça. E ainda não chegaram.

Atual Greve

Como o falso intelectual, despeitado, arrogante não sabe que a atual greve nada mais requer à Justica do Trabalho que as perdas salarias dos últimos 24 meses sejam reposta sob pena de a categoria voltar ao poder de compra da década de 90, Quando os metroviários de Brasília ganhavam salário perto do mínimo.

A responsabilidade de quem escreve é do tamanho do estrago que pode causar, nenhum. Muita desinformação para ganhar os aplausos de alguns poucos e manter relacionamentos de influência. Isso é característica dos vermes e parasitas incapazes de reconhecer valor na profissão.


As contratações são necessárias

Esse senhor desinformado deveria ler mais, ou simplesmente andar de trem, para verificar que a presença do Estado se faz necessária quando se transporta um número tão grande de vidas humanas e que o risco a segurança da população e a eficiência, eficácia dos serviços públicos não podem estar nas mãos de quem só almeja o lucro. Não deve saber o quanto de ocorrências policiais há dentro dos vagões ou nas regiões lindeiras. Não deve saber que se não contrata pessoal para manutenção os interesses para não consertar os trens mudam e não há uma fiscalização eficiente que vise o bem público, por isso senhor H, é que há concurso, por isso que se deve pagar bem, pois além do conhecimento técnico deve se ter todas as condições necessárias para que um Sistema tão complexo funcione com um mínimo de segurança e quando uma categoria apela para o extremo que é a greve já se exauriu todos os recursos, inclusive o de segurança para os poucos que lá trabalham.

Vá visitar e andar de trem, para saber o quanto se trabalha lá. ficar atrás de um PC criticando quem trabalha é cômodo para pequenos (falo de idéias) ditadores falar o que não conhece e tentar determinar o que os deveriam saber, são esses falsos formadores que dominam uma sociedade como a nossa; a do jeitinho, e de se tentar realizar contratos com terceirizadas sem transparência e a imoralidade e irresponsabilidade de acusar sem conhecer, ou de se ouvi falar. É por essas e por outras que o Senhor H, saiu pela porta dos fundos do Governo e é motivo de piadas em muitas Rodas de conversa.

E por fim deveriam excluir do meio esse tipo de hipócrita, cretino e irresponsável. Profissional que não mede as consequências das ilações e hipóteses que levanta sem conhecimento de causa.

As Leis

Uma greve que está de acordo com as leis e de acordo com todas as decisões do TRT, procure se informar. Assim como as vitórias nas datas base e nos longos anos de luta da categoria.  

Sugiro ao Sindicato dos Trabalhadores uma ação por calúnia a tão honrada categoria. 




Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

TAGUATINGA ESTÁ COM 12OO VAGAS EM SEIS CURSOS

Com o objetivo de apoiar o trabalho de lideranças comunitárias, a Administração Regional de Taguatinga, tem o programa Escola da Comunidade, um espaço voltado para a promoção de cursos e palestras para zeladores, porteiros, síndicos, prefeitos comunitários e membros de associações de moradores. A Escola da Comunidade está com inscrições abertas para cursos de formação em cursos de formação de prefeito comunitário, síndico profissional, direito condominial, engenharia condominial, agente de portaria e primeiros socorros.


Andréa Serra, uma ex-aluna do curso de formação para síndicos, aprovou a iniciativa da escola e hoje usa o que aprendeu na gestão de seu condomínio. “Com as palestras de direito e dos engenheiros pude saber mais sobre legislação e engenharia, o que eu estou aplicando em meu condomínio”. O administrador de Taguatinga, Ricardo Lustosa Jacobina afirma que a iniciativa é um programa de sucesso da administração de Taguatinga. “A Escola da Comunidade é uma conquista de toda a p…

CONCURSO PARA CÃMARA LEGISLATIVA TERÁ 100 MIL CANDIDATOS

O tão esperado edital de abertura do concurso da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) deverá ser lançado até o mês de agosto. A informação foi divulgada pela própria Casa, que assinou o contrato com a Fundação Carlos Chagas (FCC) na última sexta-feira (7/7). Mas a espera pela distribuição das vagas nos cargos não é mais necessária. Veja abaixo para quais áreas serão destinadas as 86 oportunidades: divididas entre os cargos de técnico, consultor técnico, consultor e procurador.
O presidente da Câmara, deputado Joe Valle (PDT), espera que o concurso selecione os candidatos mais interessados em fazer carreira na casa, que tem atualmente o salário inicial de nível médio em R$ 10.143,07 e de nível superior em R$ 15.123,30. Segundo ele, a expectativa é de mais de 100 mil candidatos inscritos. Leia também:Mais de 15 mil vagas serão abertas no país até dezembro De acordo com a Casa, não haverá gastos para a realização do certame, pois a seleção será totalmente custeada pelos valores …

O SERVIDOR QUE ESPERA AUMENTO EM OUTUBRO "PODE TIRAR O CAVALINHO DACHUVA"

Escrevo este post com a profunda vontade de estar errado, todavia não sou tão otimista assim. A categoria funcional vinculada ao Governo Do Distrito Federal deverá ter uma visão de águia e planejar qualitativamente suas finanças nos próximos meses. Todos nós temos uma tendência em contar com o "ovo dentro da galinha" e realizar despesas ou pagar dívidas com créditos a receber.
O GDF tem se lastreado e se calçado por uma única linha de defesa e planejamento de governança, a Lei de Responsabilidade Fiscal. Não há outra ação propositiva concreta de desenvolvimento econômico para a capital. A "muleta" utilizada só é esquecida quando o governo anterior, o de Agnelo, se sobre põe ao atual na ingerência econômica social.
Vivemos uma crise, nisso não há novidade. Vivemos uma caos não há novidade alguma nisso. A novidade é na desculpa utilizada para justificar ações sem prumo. Falar que arrecadação não tem suprido as expectativas já não justifica o intenso e sistemático discu…