Pular para o conteúdo principal

GDF TENTOU PEDALADA FISCAL PARA PAGAR FUNCIONALISMO PÚBLICO, EM NOVEMBRO, MAS FALHOU

Foto: Internet


Sem sucesso, pagamento de incorporações de gratificações de funcionalismo público permanece sem garantia





Enquanto o governador Rodrigo Rollemberg (PSB) se reunia com os blogueiros do DF, na manhã de terça-feira (20/Set), de acordo com fonte de Política Distrital, uma assessora da Casa Civil, por nome de Keila, supostamente, a Assessora Jurídico-Legislativa, Keila Terezinha Englhardo Nery, se reuniu com o alto escalão de todas as empresas estatais do DF para tentar captar recursos para pagamento dos servidores do GDF, porém, sem êxito.

De acordo com a fonte de Política Distrital, um gestor público, que não quer ser identificado. O objetivo da reunião teve por finalidade, captar recursos junto a todas as estatais para garantir o pagamento das incorporações das gratificações de cerca de 150 mil servidores públicos da saúde, Educação e administração direta do GDF.

Para o gestor, o cômico nessa história é que, não ter conseguido o recurso, evitou que o GDF incorresse em mais uma prática de pedalada fiscal.


“Qualquer forma de ampliar a capacidade de execução de pagamentos das despesas do governo, artificialmente, configura uma pedalada fiscal. Portanto se o GDF tivesse conseguido recurso junto as empresas estatais, ele cometeria uma pedalada fiscal.”, concluiu.

Quase reincidência


O caso foi apontado, caso houvesse êxito, por reincidência na gestão de Rollemberg. Isso porque, de acordo com o gestor público, o não pagamento das dívidas herdadas do ex-governador do DF, Agnelo Queiroz (PT), foi um ato de pedalada por parte do atual governo.


“Essa não seria a primeira vez que a gestão do governador Rollemberg, cometeria pedalada fiscal, pois em 2014, tivemos exatamente esse cenário. O governo, artificialmente, criou condições para pagar as contas de 2015, e o resultado todos conhecem.”, afirmou.


Sem previsão de pagamento


Politica Distrital entrou em contato com a Casa Civil para saber sobre o êxito da reunião e se após o encontro o GDF pode confirmar as incorporações das gratificações dos servidores públicos do DF, no pagamento de outubro, a ser depositado até o quinto dia útil de novembro. Mas, a Assessoria de Comunicação (ASCOM) encontrou em contato por telefone para confirmar que não houve mudanças em relação as definições e encaminhou a ‘resposta padrão’ sobre o assunto, por e-mail.


“A Casa Civil informa que o reajuste está previsto para 32 categorias, o que significa um número de aproximadamente 153 mil servidores, incluindo os inativos. O governo de Brasília trabalha para manter o acordo que prevê os reajustes a partir de outubro deste ano, ou seja, com pagamento no mês de novembro. O impacto dos reajustes é de aproximadamente R$ 100 milhões por mês.”.

Greves à vista


Vale observar que na outra ponta, os servidores públicos se sentem enganados pelo Governo, Isso porque ao confirmar o calote, em 2015, e anunciar o pagamento para outubro desse ano, trabalhadores e entidades sindicais tinham por certo que seriam relativos a setembro, a ser pago até o quinto dia útil de outubro, o que não ocorreu.

Com isso, as entidades sindicais, devem realizar ao longo dos próximos dias assembleias para tratar das incorporações de gratificações e deflagrações de greves não estão descartadas.

Politica Distrital conversou com a presidente do Sindicato dos Professores do DF (Sinpro-DF), Rosilene Correa Lima que confirmou realização de assembleia da categoria para a manhã de quinta-feira (22/Set). “A assembleia é soberana e pode deflagrar a greve.”. O SindSaúde tem assembleia agendada também na mesma data.

Na Saúde, o maior sindicato da categoria, o Sindicato dos Auxiliares e Técnicos em Enfermagem do DF (Sindate-DF), segue o mesmo caminho. Em apuração recente, o vice-presidente do SINDATE-DF, Jorge Vianna, foi enfático.


“Nós já iniciamos as mobilizações em relação à greve. Já agendamos a nossa assembleia para o dia 26 e, dependendo da deliberação da categoria, podemos ser o primeiro sindicato a entrar em greve, novamente, caso até o dia sete de outubro ao sair o pagamento, se a nossa gratificação não tenha sido incorporada.”.

Fonte: Kleber Karpov
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

TAGUATINGA ESTÁ COM 12OO VAGAS EM SEIS CURSOS

Com o objetivo de apoiar o trabalho de lideranças comunitárias, a Administração Regional de Taguatinga, tem o programa Escola da Comunidade, um espaço voltado para a promoção de cursos e palestras para zeladores, porteiros, síndicos, prefeitos comunitários e membros de associações de moradores. A Escola da Comunidade está com inscrições abertas para cursos de formação em cursos de formação de prefeito comunitário, síndico profissional, direito condominial, engenharia condominial, agente de portaria e primeiros socorros.


Andréa Serra, uma ex-aluna do curso de formação para síndicos, aprovou a iniciativa da escola e hoje usa o que aprendeu na gestão de seu condomínio. “Com as palestras de direito e dos engenheiros pude saber mais sobre legislação e engenharia, o que eu estou aplicando em meu condomínio”. O administrador de Taguatinga, Ricardo Lustosa Jacobina afirma que a iniciativa é um programa de sucesso da administração de Taguatinga. “A Escola da Comunidade é uma conquista de toda a p…

CONCURSO PARA CÃMARA LEGISLATIVA TERÁ 100 MIL CANDIDATOS

O tão esperado edital de abertura do concurso da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) deverá ser lançado até o mês de agosto. A informação foi divulgada pela própria Casa, que assinou o contrato com a Fundação Carlos Chagas (FCC) na última sexta-feira (7/7). Mas a espera pela distribuição das vagas nos cargos não é mais necessária. Veja abaixo para quais áreas serão destinadas as 86 oportunidades: divididas entre os cargos de técnico, consultor técnico, consultor e procurador.
O presidente da Câmara, deputado Joe Valle (PDT), espera que o concurso selecione os candidatos mais interessados em fazer carreira na casa, que tem atualmente o salário inicial de nível médio em R$ 10.143,07 e de nível superior em R$ 15.123,30. Segundo ele, a expectativa é de mais de 100 mil candidatos inscritos. Leia também:Mais de 15 mil vagas serão abertas no país até dezembro De acordo com a Casa, não haverá gastos para a realização do certame, pois a seleção será totalmente custeada pelos valores …

O SERVIDOR QUE ESPERA AUMENTO EM OUTUBRO "PODE TIRAR O CAVALINHO DACHUVA"

Escrevo este post com a profunda vontade de estar errado, todavia não sou tão otimista assim. A categoria funcional vinculada ao Governo Do Distrito Federal deverá ter uma visão de águia e planejar qualitativamente suas finanças nos próximos meses. Todos nós temos uma tendência em contar com o "ovo dentro da galinha" e realizar despesas ou pagar dívidas com créditos a receber.
O GDF tem se lastreado e se calçado por uma única linha de defesa e planejamento de governança, a Lei de Responsabilidade Fiscal. Não há outra ação propositiva concreta de desenvolvimento econômico para a capital. A "muleta" utilizada só é esquecida quando o governo anterior, o de Agnelo, se sobre põe ao atual na ingerência econômica social.
Vivemos uma crise, nisso não há novidade. Vivemos uma caos não há novidade alguma nisso. A novidade é na desculpa utilizada para justificar ações sem prumo. Falar que arrecadação não tem suprido as expectativas já não justifica o intenso e sistemático discu…